sexta-feira, maio 14

Secretaria Adjunta de Meio Ambiente de Coari atua em ocorrência que apreendeu mais de 600 filhotes de tartaruga

0

A Secretaria Adjunta de Meio Ambiente de Coari (Semma), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Cidadania (SMC), foi acionada pela Base Fluvial Arpão para uma ocorrência que apreendeu 684 filhotes de tartarugas-da-Amazônia, gerando prejuízo de R$ 3,4 milhões ao crime. A apreensão aconteceu no último sábado (24), durante revista em uma embarcação no rio Solimões.

Os animais estavam em uma caixa de isopor, acondicionados de forma precária no convés principal de uma embarcação de transporte de cargas e passageiros oriunda do município de Carauari, e que tinha como destino à capital amazonense. No total, foram encontrados 640 filhotes de tartarugas vivos e 44 filhotes mortos.

O proprietário da embarcação, que não soube informar o responsável pelo embarque do isopor, recebeu voz de prisão por crime ambiental e foi conduzido à delegacia móvel da Base Arpão para realização dos procedimentos legais. Além dos procedimentos penais, o infrator deve pagar uma multa de R$ 5 mil para cada animal.

A Secretaria Adjunta de Meio Ambiente se encarregará agora de entrar em contato com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) para a realização do procedimento de soltura dos filhotes de tartarugas ao seu habitat natural.

Compartilhe

Comente