segunda-feira, maio 17

Filhotes de tartarugas apreendidos pela Base Arpão e Semma Coari são devolvidos à natureza

0

Seiscentos e quarenta filhotes de tartarugas-da-Amazônia, apreendidos no último sábado (24) em ação conjunta entre a Base Fluvial Arpão e a Secretaria Adjunta de Meio Ambiente de Coari (Semma), foram devolvidos à natureza nesta terça-feira (27). A soltura aconteceu no lago Samaúma-Buriti, localizado no Rio Copeá. A área é uma reserva controlada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Os animais foram soltos em seu habitat natural pela Secretaria Municipal de Governo, Secretaria Municipal de Cidadania e Secretaria Municipal Adjunta de Meio Ambiente com o apoio da Associação União das Comunidades Indígenas e Não Indígenas do Rio Copeá (AUCINIRC), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Defensoria Pública do Estado – Polo Coari, entre outros órgãos da prefeitura.

O secretário de Governo Keitton Pinheiro acompanhou a soltura dos filhotes de tartarugas e destacou a importância da preservação da espécie, bem como também reforçou o compromisso da gestão municipal com a conservação da biodiversidade local. “Não mediremos esforços para promover o desenvolvimento sustentável do nosso município, garantindo a proteção do meio ambiente e o bem-estar social da população”, afirmou.

Os filhotes de tartarugas foram apreendidos durante revista em uma embarcação no rio Solimões, em Coari. Os animais estavam em uma caixa de isopor, acondicionados de forma precária no convés principal de uma embarcação de transporte de cargas e passageiros oriunda do município de Carauari, e que tinha como destino Manaus. No total, foram encontrados 684 filhotes de tartarugas-da-Amazônia, sendo 640 vivos e 44 mortos.

Compartilhe

Comente